Inteligência Artificial na Engenharia Civil: um novo olhar sobre a construção

Inteligência Artificial na Engenharia Civil: um novo olhar sobre a construção

Cada vez mais nós ouvimos falar sobre a Inteligência Artificial. O avanço da tecnologia é exponencial e, atualmente, atinge patamares que há poucos anos nós nem imaginaríamos. Nesse sentido, o setor da construção da construção civil sempre foi muito conhecido por aproveitar as muitas ofertas que a indústria da tecnologia proporciona. Para o ano de 2021 já existem diversas tendências de modernização do canteiro de obras, dos maquinários e também da própria logística.  Mas como a Inteligência Artificial poderia ser aplicada na engenharia civil? A Terra Brasil vai abordar este tema muito importante para o setor da construção civil.

Antes de mais nada, é importante entendermos o que é a Inteligência Artificial. De forma simplificada, é um tipo de tecnologia que tenta simular a inteligência humana através de mecanismos ou algum tipo de software. Desse modo, ela é projetada para executar ações e funções, tendo a capacidade de avaliar o ambiente que está no entorno e até mesmo a se adaptar aos obstáculos que possam ser impostos.

A Inteligência Artificial integra um conjunto de evoluções e faz parte de um processo de modernização que é conhecido como Revolução 4.0 ou Indústria 4.0. Denominada desse modo, pois é a considerada por estudiosos a quarta revolução industrial ocorrendo na história da humanidade. Essa onda de inovação traz grandes mudanças em diversas áreas, tanto para pessoas, mas como também para empresas que utilizam de tecnologia, compartilham dados e tomam decisões, por exemplo. Por isso, podemos dizer que essas mudanças convergem em tecnologias digitais, físicas e biológicas.

Mas, sobretudo, essas mudanças podem ser aproveitadas em muitos lugares e, se utilizadas de maneira correta, podem agregar muito valor às empresas. Assim, a Inteligência Artificial se encaixa muito bem no setor da engenharia civil. Existe uma gama de opções que abre espaço para esta tecnologia. Além de facilitar a vida dos trabalhadores em muitos serviços, ela também tem a capacidade de gerar emprego para as pessoas que trabalham com o desenvolvimento e aplicação.

Confira algumas possibilidades da Inteligência Artificial que a Terra Brasil separou especialmente para a engenharia civil e que vai dar um novo olhar sobre a construção.

Inteligência Artificial na Engenharia Civil

Na engenharia civil, a Inteligência Artificial pode melhorar o setor de muitas maneiras. Uma delas é tornando o canteiro de obras mais eficiente, por exemplo. Ela pode fazer com que as máquinas reconhecem eventos e necessidades e trabalhem conforme essa percepção. Além disso, podem organizar relatórios com indicadores-chave de sucesso, além de divulgar ações corretivas. O setor pode se apropriar das tecnologias principalmente para a gestão de sistemas, assim ela se integra com novas tecnologias, facilitando a rotina e a execução de tarefas.

Gestão da segurança e redução de riscos – Existe a possibilidade da IA analisar e interpretar o fluxo da obra, capturando vídeos diariamente do canteiro de obras. Assim, é possível acompanhar a evolução da obra e também verificar a segurança, além de criar relatórios e informar parceiros e clientes. Com isso, ela pode ser utilizada para melhorar a segurança em diversos pontos, que vão desde o monitoramento das atividades até o apoio em cenários de alto risco.

Desse modo, é possível identificar violações do código de normas regulatórias e notificá-las em tempo real. Isto acontece quando não são respeitados os procedimentos operacionais em equipamentos, descumprimento de requisitos em certificações válidas e falta de uso de EPIs, por exemplo. Também é possível automatizar o maquinário para que ele não ofereça riscos ao trabalhador. Além de evitar acidentes comuns à exposição humana a estes tipos de equipamento pesado, também não perde a eficiência.

Por último, também é possível utilizar a Inteligência Artificial com a implementação de catracas virtuais, assim pode-se controlar o acesso ao canteiro de obras via dispositivos móveis. Com isso aprimora-se a gestão da rotina dos trabalhadores e também controlar corretamente as exigências de segurança, documentos e treinamentos.

Big Data e análise de dados – A Inteligência Artificial pode, nesse sentido, tornar o ambiente muito mais otimizado e também eficaz. Existem, por exemplo, robôs que escaneiam diariamente a obra e a IA consegue medir o progresso e a qualidade do projeto em execução, baseado apenas na análise de dados. Como a tecnologia consegue sintetizar múltiplos dados e aprender com eles, ela utiliza da experiência e informação para identificar padrões e formular respostas.

Assim, é necessário buscar sistemas capazes de concentrar as informações que interessam aos profissionais e disponibilizá-las de forma clara e simples. Para isto podem ser usados, por exemplo, com imagens coletadas a partir de vários dispositivos móveis, gravações de drones, sensores de segurança, tecnologia BIM, entre outros. A análise desses dados permitirá um benchmarking mais preciso do setor e um planejamento futuro superior.

Construções inteligentes – Cada vez mais as edificações que interagem com os usuários estão crescendo como tendência. Desse modo, pode-se dar mais economia para as pessoas e também aumentar os níveis de segurança com a implementação de sensores de movimento, por exemplo. Esta automatização gasta menos energia, mas o mantém iluminado quando necessário.

Outro elemento bastante comum é a utilização de sensores de temperatura, para identificar a presença de indivíduos no local. Assim pode-se otimizar o deslocamento de moradores em um elevador ou também ativar câmeras de segurança quando algo suspeito for detectado. Existem inúmeras formas de tornar a vida dos usuários mais prática e para isto é preciso fazer um planejamento minucioso, aliando diversas formas de Inteligência Artificial.

Gestão de vendas e no atendimento ao cliente – A Inteligência Artificial também pode facilitar na comercialização de imóveis, muito importante para as construtoras e empresas do ramo da engenharia civil. Através da interpretação de dados do mercado imobiliário, pode verificar o potencial imobiliário das propriedades, averiguando a oferta, a demanda e os hábitos de consumo dos clientes. Além disso, existe a possibilidade de prever futuras demandas deste mesmo público, tornando a comunicação posterior mais eficiente. Também é possível automatizar os atendimentos, fazendo a Inteligência Artificial compreender as perguntas dos clientes e, a partir delas, dar uma resposta adequada, podendo, inclusive, acessar serviços específicos, como geração de segundas vias de boletos.

Deixe uma resposta