Conheça 3 equipamentos para demolição na construção civil

Conheça 3 equipamentos para demolição na construção civil

Os serviços de demolição fazem parte do cotidiano das obras de construção civil. Existem diversos motivos que exigem a execução, geralmente para projetos onde o existe uma antiga construção no terreno. Mas ela também é necessária não só para renovar o local da obra. Muitas vezes um prédio muito antigo corre risco de desabamento e a melhor opção, por motivos de segurança, é realizar sua demolição. É claro que este tipo de trabalho não deve ser feito por amadores e sim por profissionais qualificados, que além de experientes, sejam capacitados para este serviço. Desse modo, eles são capazes de operar equipamentos modernos e apropriados, e assegurar que nada aconteça com as pessoas envolvidas no projeto, na obra e no entorno.

Tudo isso, é claro, deve ser feito através de planejamento antecipado, pensado com cautela, para que seja feito da melhor maneira possível. Existem diversas maneiras de executar uma demolição, cujo processo visa fazer a derrubada controlada de um edifício previamente construído. Ela pode ser feita por diversos métodos, seja utilizando equipamentos mecânicos, explosivos (implosão ou explosão) ou até mesmo manualmente.

A demolição pode ser separada em dois modelos básicos, que são os mais utilizados pela construção civil. A demolição mecânica envolve o uso de equipamentos e ferramentas mecânicas. Geralmente são utilizadas máquinas de médio e grande porte, como martelos pneumáticos, carregadeiras, escavadeiras e guindastes. Ela pode ser utilizada quando for necessário a retirada total ou parcial de paredes e lajes de concreto, elementos de estrutura metálica, pisos cerâmicos, estruturas de madeira e outros.

Este modelo de demolição é mais rápido que os outros e também exige menos mão de obra, mas ela precisa ser especializada neste tipo de serviço para que tudo ocorra bem. Como vantagem, também apresenta maior capacidade de demolição e preço relativamente mais barato do que a demolição manual. Mas, como falamos anteriormente, os profissionais que a executarão precisam ter bastante conhecimento, já que ela pode gerar mais riscos de acidentes e também grande geração de poeira.

A demolição manual, por sua vez, é o modelo mais sustentável e ecologicamente correto, já que com ela pode-se reutilizar materiais. Assim, não é gerado uma grande quantidade de resíduos e também evita que eles sejam descartados no meio ambiente de maneira equivocada e evitando impactos negativos na natureza. Ela é utilizada para trabalhos mais minuciosos, que exigem mais cuidados com a estrutura.

Também existe a demolição com o uso de explosivos tem como objetivo eliminar os principais elementos de apoio do prédio. Assim, ela é utilizada em áreas urbanas e para a demolição de grandes estruturas como arranha-céus e pontes. Para que ocorra da melhor maneira possível, é necessário fazer um estudo detalhado sobre a estrutura e uma equipe especializada para evitar acidentes e qualquer dano adicional que os explosivos possam causar.

É fato que a demolição exige vários cuidados para sua execução. Além dos profissionais qualificados, deve ser feita com equipamentos modernos e em bom estado de conservação. Além disso, para garantir maior sustentabilidade para a sua obra, você deve ficar atento aos resíduos dela, que são formados por um conjunto de fragmentos ou restos de concreto, tijolos, areia, pedregulhos e materiais inúteis das estruturas como prédio, pontes e residência.

Os resíduos podem ser utilizados para nivelar depressões de terreno, aterrar determinada área, vala, entre outros. Além disso, é importante ficar atento para outras formas de destinação ambientalmente corretas. Desse modo você ajuda a reduzir ou acabar com os impactos ambientais provocados pela eliminação incorreta. Assim, o setor de reciclagem de resíduos de construção civil de demolição é uma excelente opção. Sempre faça um planejamento eficiente antes de executar a demolição. Caso não tenha profissionais qualificados para o serviço, você pode contratar uma empresa especializada para garantir toda a segurança da obra ou da reforma.

Além dos modos de executar a demolição existem algumas ferramentas que podem colaborar nesse sentido. A Terra Brasil vai apresentar para você, fique ligado!

Conheça 3 equipamentos para demolição na construção civil

Marreta – Uma das ferramentas mais conhecidas e antigas do mundo. É utilizada para derrubar paredes, de forma manual. Ou seja, o trabalhador precisa martelar o local onde deseja demolir, aplicando força constante contra a superfície, até que a consiga quebrar em diversos pedaços. Além do modelo tradicional, ela também pode ser do tipo pneumática, funcionando com ar comprimido, como as furadeiras, ou hidráulica, do mesmo modo que as britadeiras.

Martelo demolidor – É um instrumento rápido e eficaz, excelente para realizar a demolição na construção civil. Ele é bastante utilizado para derrubar estruturas de concreto presentes nas paredes. Seu funcionamento e eficácia é muito semelhante a uma britadeira, no entanto apresenta um tamanho menor. O martelo demolidor utiliza de um mecanismo elétrico pneumático para furar a parede, absorvendo dessa maneira o impacto e resultando em uma força reduzida por parte do manuseador. Desse modo, se você estiver procurando agilidade, é a ferramenta certa, já que você pode derrubar uma parede sem precisar quebrar diversos lugares dela.

Cortador de concreto – O terceiro equipamento que a Terra Brasil quer apresentar é utilizado para execução de demolições em grandes superfícies de concreto. Ele não opera sozinho, havendo a necessidade de utilizar ferramentas em conjunto, já que ele não faz toda a demolição. Comparado com os dois anteriores, o cortador é para portes maiores e é preciso que o trabalhador se adapte ao seu funcionamento. Antes de quebrar o concreto em definitivo, a ferramenta serra o material e, por isso, o processo de demolição é mais eficiente. Isto ocorre porque os blocos que apresentam extensão maior se quebram facilmente em pequenos pedaços.

Deixe uma resposta