You are currently viewing Como fazer uma gestão de qualidade em obras de forma eficiente?
Como fazer uma gestão de qualidade em obras de forma eficiente?

Como fazer uma gestão de qualidade em obras de forma eficiente?

A gestão de qualidade em obras tem impacto direto na entrega do produto final da construção civil. Cada vez mais os níveis de exigência aumentam e novos padrões são estipulados para o setor.

Nesse sentido, o controle de qualidade na construção civil colabora na redução de erros que comprometam este alto padrão. Também evita o surgimento de falhas que podem atrasar ou inviabilizar a continuidade da obra.

Para ter melhores condições na resolução de eventuais problemas e também para garantir uma prevenção eficiente, existem diversas soluções. O uso de estratégias e tecnologias modernas possibilitam a realização da gestão de qualidade em obras de forma eficiente.

Basicamente, os processos de controle de qualidade na construção civil seguem os princípios do PDCA, que vem do inglês “Plan, Do, Check, Act/Adjust” e pode ser traduzido como “Planejar, Desenvolver, Verificar, Agir/Ajustar”.

A etapa de planejar serve para entender as delimitações, estabelecer os custos, prazos e cronogramas, por exemplo. Já a verificação trabalha para avaliar se os processos estão sendo executados de acordo com o planejamento, prever os riscos e definir novas soluções, caso necessário.

A ação consiste em dar seguimento ao projeto com as informações atualizadas que ligam o que foi planejado à realidade do que está sendo executado.

Tudo isso pode ser facilitado com o uso de tecnologias, como armazenamento seguro em nuvem, atualização de informações em tempo real e acesso remoto por meio de smartphone, tablet ou computador conectado à internet.

Desse modo, a tecnologia contribui na atualização de dados de forma muito mais precisa e eficiente, facilitando no acompanhamento das etapas da construção civil e contribuindo para a realização de uma gestão de qualidade.

 

Dicas para fazer uma gestão de qualidade em obras de forma eficiente

 

Aplicação da ISO 9001:

Em primeiro lugar, para garantir a gestão de qualidade em obras é fundamentalmente necessário aplicar a ISO 9001.

O conjunto de normas especifica acerca do Sistema de Gestão de Qualidade (SQG), utilizado para gerenciamento das obras. Desse modo, se for seguida corretamente, ela garante máxima qualidade do empreendimento, devido aos padrões de gestão de qualidade que são estabelecidos.

No entanto, não é simples conquistar a certificação. Para isto, as construtoras devem possuir um sistema de gestão de alta qualidade. Assim, é promovido o controle eficiente dos processos internos, o que resulta na execução de um projeto seguro que certamente satisfará os clientes.

 

Fornecedores:

Um dos pilares que  influenciam a qualidade de um projeto e na gestão de qualidade em obras é saber organizar os fornecedores. Nesse sentido, é muito importante garantir que o planejamento seja coerente com as necessidades da realidade.

Assim, tenha uma relação apenas dos fornecedores que tenham excelente reputação e de preferência com os quais já tenha trabalhado antes. Desse modo é possível garantir confiabilidade e compromisso com os materiais recebidos.

Vale destacar que a procura pelo melhor custo-benefício é sempre válida, mas a economia nunca deve ser feita em detrimento da qualidade.

Além disso, a gestão de qualidade deve garantir que os materiais cheguem no prazo, conforme a logística planejada e devem ser de alta qualidade.

 

Serviços próprios e terceirizados:

A gestão de qualidade em obras também deve assegurar que todos os profissionais envolvidos na obra sejam capacitados. Assim é possível manter o alto padrão de qualidade da obra.

Desse modo, os serviços terceirizados também devem estar em pé de igualdade, não comprometendo o nível dos serviços executados.

Além de definir requisitos de qualidade próprios para a obra, baseados na ISO 9001, é necessário utilizar sistemas e tecnologias que auxiliem a gestão e o controle da qualidade na construção civil.

 

Materiais:

A qualidade dos materiais é um ponto fundamental na gestão de qualidade em obras. Produtos de alto padrão garantem o atendimento das necessidades e expectativas dos clientes e do mercado.

Nesse sentido, é importante seguir com atenção as especificações determinadas pela Norma Regulamentadora NBR 15575. A norma apresenta requisitos e orientações desde a fundação até a cobertura.

Em conjunto com a qualidade dos materiais, é importante garantir o alto padrão de armazenamento, observando o vencimento, a umidade, o calor, entre outros pontos, para a garantia de que seja mantida a qualidade dos produtos.

 

Planejamento do controle de qualidade

 

O planejamento é o ponto principal para fazer a gestão de qualidade em obras da construção civil. Esta etapa é responsável por definir como todos os outros processos serão realizados.

Desse modo, com um planejamento bem realizado, é possível otimizar e qualificar as tomadas de decisão necessárias ao longo da obra.

Existem alguns pontos importantes para garantir um planejamento ideal.

 

Escopo:

Os responsáveis pela gestão de qualidade em obras devem definir as condições exatas do local onde a obra será executada e de todas as exigências que precisam ser implementadas para a garantia da qualidade.

Desse modo, todas as condições da obra devem ser avaliadas e, a partir disso, fazer a determinação de prioridades. Nesta etapa também pode ser avaliada a necessidade de treinamento de pessoal e de melhorias estruturais, assim como de aquisição de novos equipamentos.

 

Execução:

Neste momento, os responsáveis pela gestão da qualidade devem garantir que a obra seja executada conforme o projeto elaborado.

Para isto, é necessário realizar um acompanhamento constante, assegurando que todos os serviços e as atividades estejam de acordo com o produto final esperado.

 

Verificação:

Para garantir que os processos de qualidade na construção civil estejam ocorrendo de forma correta, deve-se definir auditorias internas e externas. Assim é possível verificar o desempenho da implantação do sistema de qualidade.

Essa avaliação contribui na redução de erros e, em casos de emergenciais a equipe estará munida de informações e recursos para tomar decisões ágeis e eficientes.

 

Entrega:

A entrega do produto final deve satisfazer as expectativas e necessidades dos clientes. 

Por isso, além de fazer constantes verificações e vistorias durante todo o processo de construção, também é necessário realização de uma avaliação detalhada de todos os pontos quando o empreendimento estiver pronto.

Desse modo, também é importante garantir a elaboração de um planejamento de manutenções futuras e a periodicidade de cada checagem.

Deixe um comentário