maio 08 2018 0Comentário

Fique por dentro das tendências no mercado da engenharia civil

Os próximos meses prometem uma crescente para o mercado da construção, impactando de forma positiva no aumento das inovações para engenharia civil.

Nos últimos anos o Brasil enfrentou uma crise financeira que abalou diversos mercados, inclusive o da engenharia civil. O ano que passou focou seus esforços em reduzir custos, tentando incessantemente aumentar os lucros. Em 2018 esse cenário começou a mudar, estudos apontam para a estabilidade econômica e a volta do crescimento de diversos setores em conjunto.

Outro ponto importante que promete mudar é a qualificação da mão de obra dentro da construção civil. Um dos maiores problemas que o setor enfrenta desde sempre é a dificuldade em formar uma equipe competente pelo déficit de profissionais qualificados no mercado. Com a expansão da educação à distância e dos cursos profissionalizantes a expectativa é que essa realidade comece a mudar, com valores acessíveis e facilidades no alcance desses conhecimentos, muitos trabalhadores devem estar buscando se qualificar, valorizando muito o mercado como um todo.

Todo esse crescimento traz a expectativa de mais investimento em tecnologia para o ramo. Em constante transformação, essas inovações causam mudanças rápidas na gestão de muitos negócios. Essas mudanças trazem benefícios que vão desde do aumento na eficiência das operações no dia a dia até a possibilidade de aplicar novas e avançadas metodologias de trabalho.

Assim como outros setores, a engenharia civil também traz o mundo virtual de forma mais atuante, uma das novidades que já estão dando o que falar é a Internet das Coisas, que tem se mostrado muito eficiente no canteiro de obras, quando usada para rastrear equipamentos e funcionários, conduzir drones e fazer combinações com o business intelligence, coletando dados que podem ser acompanhados em tempo real.

Outras tecnologias já vem sendo usadas por muitos profissionais há algum tempo, mas prometem se popularizar em breve, acompanhe:

Drones: os veículos aéreos não tripulados podem ser usados para fornecer imagens aéreas do canteiro de obras, além de serem úteis para o levantamento topográfico e a construção de modelos 3D de edifícios

Dispositivos móveis e softwares de gestão: a introdução de dispositivos móveis na rotina do canteiro de obras tende a aumentar. Com esse recurso, é possível controlar variáveis da construção por meio de dados e, assim, obter menos falhas e maior segurança de informações.

Impressão 3D: a impressão tridimensional é utilizada no desenvolvimento de projetos na área de construção, principalmente no estudo de aproveitamento de materiais recicláveis.

Sensores de análise: podem ser usados para monitorar equipamentos no canteiro de obras, a fim de prevenir panes, e no controle de situações que afetem a segurança do trabalho.

Gostou das novidades? Compartilhe com seus amigos!  Comente suas expectativas para o próximo ano e fazemos fazer juntos esse crescimento chegar na nossa região. Para ver outras dicas e informações, acesse aqui.

samantha

Responda ou escreva seu comentário