dezembro 11 2017 0Comentário

Construção Sustentável: Conheça materiais e técnicas ecologicamente corretos

Está crescendo o número de pessoas que buscam alternativas sustentáveis dentro do mercado imobiliário. As empresas que não se adaptarem a essas exigências irão perder a preferência de muitos clientes.

Nos dias de hoje muito se fala sobre o meio ambiente e como as atitudes do homem tem afetado a qualidade de vida, pensando nisso, muita gente tem buscado alternativas que possam colaborar para a melhoria do ecossistema. O setor da construção civil tem um papel vital nesse processo, pois é o ramo que mais consome recursos naturais e também gera um grande volume de resíduos sólidos, líquidos e gasosos.

A construção sustentável vem sendo usada como forma de minimizar esses impactos, ela busca restaurar a harmonia entre o ambiente natural e o construído. Os desafios de quem decide apoiar a ideia são muitos, mas alguns materiais que estão sendo desenvolvidos e testados pelo mundo todo são um estímulo, pois facilitam muito esse processo. Para inspirar você a dar o ponta pé inicial, listamos alguns desses materiais e como eles funcionam.

1. Telhado Verde

 

Essa técnica não é recente, há muitos anos os telhados verdes já são usados em algumas construções, mas recentemente eles têm ganhado destaque e vêm sendo adotados por um grande número de arquitetos, engenheiros e designers, já que suas vantagens são muitas. O ecotelhado como também é conhecido, consiste na aplicação de uma camada vegetal sobre uma base impermeabilizada com manta de PVC, as plantas usadas refletem os raios solares, mais do que coberturas comuns, por isso, oferecem um excelente isolamento térmico para os edifícios. A vegetação absorve as substâncias tóxicas e libera oxigênio na atmosfera, também melhora o isolamento acústico da edificação, porque absorve ruídos. Além disso tudo, o ecotelhado aumenta a biodiversidade, atraindo pássaros, borboletas entre outros, embelezando a edificação e a cidade.

 

2. Tinta Ecológica

A grande maioria das tintas, especialmente à base de solvente, tem em sua composição os chamados COVs (Compostos Orgânicos Voláteis), que contribuem para a destruição da camada de ozônio, por causa das suas fontes de poluição atmosférica, que também afetam a qualidade do ar dos ambientes internos, prejudicando a saúde. Para evitar os danos causados por essas tintas, a opção é usar as tintas ecológicas, formuladas a partir de matérias-primas totalmente naturais, resultam em resinas acrílicas de alta qualidade e baixo odor. Tem boa funcionalidade na cobertura e aderência de superfícies em alvenaria, reboco, amianto, divisórias, forro, madeira, gesso e massa corrida. Com acabamento fosco e variadas opções de cores, pode ser aplicada em ambientes internos e externos.  Embora seja mais cara, seu uso compensa pois não agride o meio ambiente, nem prejudica a saúde.

 

3. Lâmpadas de Led

As queridas lâmpadas de led não poderiam faltar nessa lista, após a proibição das incandescentes no Brasil, o seu uso se tornou muito maior, não é para menos, afinal de contas, elas proporcionam até 80% de economia de energia. Essa economia acontece porque a energia consumida pelo led é revertida em iluminação e não em calor, consequentemente não desperdiça energia. Esse tipo de iluminação não emite radiação IV/UV, o que evita danos à pele, plantas e objetos ou produtos expostos como roupas, calçados, móveis, decorações e obras de arte. Além disso, o led não possui em sua composição metais pesados como chumbo e mercúrio, por isso, não há necessidade de um descarte especial como as lâmpadas fluorescentes.

Esses materiais são alguns exemplos básicos do que pode ser feito para se adequar ao conceito sustentável. Essas técnicas são de fácil acesso e podem representar um bom começo para seu negócio.

Você já usa alguma técnica especial que colabora com o meio ambiente? Sua construção é sustentável? Compartilhe sua experiência conosco, comente!

marketing

Responda ou escreva seu comentário